CHAT 21 a 27/set

21set15

Leia também…
Histórico de Chat’s (muitas dicas!)

Receba um resumo semanal desse Chat, toda segunda-feira...
Mais: Antes e depois  |  Melhores artigos do Blog  |  Chat’s  |  Livros
      RSS dos comentários



34 Responses to “CHAT 21 a 27/set”

  1. 1 Leitão

    Bom dia, amigos!

    Abraços e ótima semana a todos!
    Leitão

  2. 2 Alexandre Lima

    Olá Leitão.

    Você tem acompanhado RADL3? os números me parece bons. O que achas?

  3. 3 Leitão

    Oi Alexandre!

    Acho que foi você que perguntou isso na semana passada, eu demorei a responder pois estava viajando… respondi agora por lá:

    A RADL3 está com um bom desempenho sim, cresceu muito nos lucros e dividendos nos últimos anos. Mas seu preço atual está exorbitante, caríssima! O mercado empolgou com ela e elevou demais os preços… e o pior é que muita gente vai nessa empolgação e se esquece do conceito de Preço VS Valor… Não dá para pagar cerveja a preço de Uísque…

    Agora uma coisa curiosa: Ambev e Raiadrogagil indo bem, é sinal que a sociedade está mesmo doente… vixe!

    Abraço!
    Leitão

  4. 4 Anônimo

    leitão você ja teve acesso a algum estudo ou analise que tenha um numero de quantos especuladores ativos ( pessoas que conseguem tirar rendimentos constantes atraves de trades) existem no nosso mercado brasileiro? tendo a nossa bolsa em média 500k investidores pessoa fisica, uma boa estivativa seria de 1% a 5% desses investidores?

  5. 5 Leitão

    Oi “Anônimo”! (Você esqueceu de dizer seu nome ou nickname)

    Boa pergunta!

    Não conheço estatísticas formais à respeito, mas posso lhe dizer o que penso a partir desses anos todos lidando com a bolsa:

    Na bolsa temos basicamente 5 tipos: o Investidor, o Especulador, o Jogador, o Torcedor e o Inocente total.

    A maioria é de Jogadores, Torcedores e Inocentes. Uma minoria é efetivamente Investidora e Especuladora… Estimo que uns 100 mil de investidores e uns 10 mil especuladores… o resto é jogador….

    Ou seja, pouca gente procura se educar para os investimentos e especulações. A maioria é mesmo culturalmente preguiçosa no que se refere a administrar melhor seu dinheiro.

    Vejo isso com muita frequência: muita gente se preocupando em ganhar, ganhar, ganhar e ganhar dinheiro, mas dedicando pouco ou nenhum tempo em administrar melhor esse capital. Isso resulta em gente super produtiva mas também super estressada, sem tempo para a família e para si próprio, sem tempo para viver…

    Hoje em dia o bem mais precioso é o Tempo. Aprender a administrar dinheiro resulta em um dividendo chamado Tempo. Sem tempo para viver e reconhecer o que é efetivamente importante na vida, não adianta ter muito dinheiro…

    Abraço!
    Leitão

  6. 6 Alexandre Lima

    Valeu Leitão.

    Era eu mesmo, e como já havia iniciado o novo chat resolvi fazer a pergunta aqui.

  7. 7 Costa

    Leitão!

    Tá tudo barato!! Vamos sair dessa crise com a sacola cheia!(?)

    Abraço,
    Costa

  8. 8 fino

    Itsa, cmig, bbas, eter, petr…tudo derretido….
    compro em rodizio (uma empresa por mês) ou divido a grana em 5 e compro um lotinho de cada por mês?

  9. 9 Eestudante

    Caro Leitão,

    terminei de ler seu livro sobre a bolsa de valores na última semana, e uma das coisas que você diz é que não devemos vender os papéis mesmo em momentos de baixa no mercado. Não se o propósito é o de investir e aumentar o patrimônio.

    Daí pergunto: como minimizar minhas perdas se não devo vender meus papéis em situações de baixa no mercado? Pois mesmo recebendo dividendos, no período de baixa eu teria meu capital investido minado com a desvalorização dos papéis.

    Desde já agradeço.

  10. 10 LuiS

    Só para contribuir: sobre minimizar perdas, isso não existe se não vendemos os ativo, a perda só é virtual.

    Exemplo: se comprei 100 ações de PETR4 por 10,00 e o preço caiu para 5,00, tenho um prejuízo virtual de 500,00, MAS, a quantidade de ações continua a mesma. E isso é o que interessa(pra mim, pelo menos).

    Para quem pratica a acumulação, certamente considera o investimento à longo prazo, e é nesses momentos que se pode comprar mais por menos. É por isso que dizem que devemos ir à feira quando as mercadorias estão na promoção. Ou, vc pode ter a chance de comprar 1 real por 0,50 centavos.

    Considerando o longo prazo e analisando, por exemplo, o gráfico do BBDC4 dos últimos 10 anos, percebe-se que a queda de 2008 foi apenas mais uma excelente oportunidade de compra.

    Espero ter contribuído.

    Abraço

  11. 11 Summerholt

    Só para contribuir 2: Eestudante, você está tendo problemas com fundamentos. Confundindo preço com valor, e assim vai acabar girando patrimônio, pagando imposto e impedindo que os juros compostos remunere os seus recursos.

    Ser sócio e acumular patrimônio é diferente de fazer “trade”.

    Podes procurar redefinir teus critérios e conceitos para evitar fazer o que todos que se dão mal na bolsa fazem.

    Grande abraço.

    Summerholt

  12. 12 Leitão

    Amigos , estou com algum problema no blog e não estou conseguindo acessar para responder…. alguém está tendo problemas para acessar o blog? um abraço Leitão ( Gerei essa mensagem através do aplicativo para celular)

  13. 13 Rafael (Fe2O3)

    Pra mim está normal!

  14. 14 Li

    Dando meu pitaco: se desde que somos pequenos nos dizem que o segredo para ganhar na bolsa é comprar na baixa e vender na alta, pq vender agora?
    Claro que este conceito acima é um tanto quanto simplista e vago, mas já nos faz pensar sobre o que pretende fazer.

    (Leitão estou usando o PC com o navegador firefox para comentar)

  15. 15 Estudante

    LuiS,

    o problema é que, ainda que o número de papéis se mantenha, quando o valor desses papéis é reduzido, os dividendos também são reduzidos.

    A minha dúvida é se de alguma forma tenho de procurar manter a incidência de dividendos sempre cobrindo meu capital investido. Por exemplo, investi R$ 1.000,00 em ações da ASDF e após um tempo noto que a ASDF sofreu desvalorização da ordem de 3%. Meu capital investido sofre redução e chega à marca de R$ 970,00. Por tanto, tive prejuízo de R$ 30,00.

    A dúvida é: como cobrir esses R$ 30,00 de prejuízo? Com os dividendos do próprio papel? E se os dividendos não cobrirem a queda? Eu deveria comprar mais ações na expectativa de cobrir o prejuízo no longo prazo?

  16. 16 Zeca Filho

    Oi Leitão,
    Estou acessando normalmente o blog pelo notebook, sem problemas. No entanto, não recebi as discussões da semana de 14 a 20/set. Não sei se vc não as enviou ou se houve algum problema.
    Abraço
    Zeca Filho

  17. 17 Leitão

    Oi pessoal!
    Boa noite!

    Consegui resolver o problema! Era um cabo partido na linha aqui do prédio… Peguei minha caixa de ferramentas e fui ver o que era… Nada que um bom alicate e uma fita adesiva não resolvam… rssssss

    Finalmente consegui acessar o Blog! Obrigado pelo feedback, pessoal! :-)

    ———————–
    Oi Estudante!

    Que bom que já leu um de meus livros, obrigado!

    A turma já fez bons comentários, é isso mesmo que eles disseram.

    Veja:

    Entendo que fitamos os olhos nas cotações e dá a impressão que nosso patrimônio vai e vem como em uma montanha russa. Mas essa é a visão de leigo, da maioria… Você tem que conseguir se descolar dessa visão de massa e olhar a coisa mais por cima…

    O senso comum não serve muito para a bolsa. Pelo senso comum, seu patrimônio cai quando a bolsa cai. Mas pelo senso de Investidor, seu patrimônio (QTDE de ações na carteira) continua o mesmo, e aumentando ainda mais, pois continuamos a comprar mais e mais… e como os preços caem, compramos mais QTDE com o mesmo valor.

    É como se você comprasse todo mês um kilo de carne por 20 reais. Só que no mês seguinte, o preço da carne caiu pela metade. Então, com o mesmo valor, você vai comprar dois quilos de carne, olha que beleza! Vai comer mais proteína e fortalecer a musculatura.

    Se você olhar a maioria dos gráficos das boas ações nos últimos 10 anos verá que todas elas tiveram uma bela curva ascendente, com picos e vales… Nos vales ganhamos musculatura, nos picos gastamos energia… é assim…

    Mas tem coisa que só na prática mesmo. Só quem investe de verdade consegue perceber isso… Na teoria não adianta… O teórico fica só olhando, o prático vai lá e faz acontecer…

    Um abraço!
    Leitão

  18. 18 APC

    Leitão,
    Nesses tempos mais voláteis , me parece que quando as ações atingem seus objetivos gráficos elas tem repicado bem menos, e ja voltam para a tendência principal que no momento é de baixa, Observei certo?? abs

  19. 19 Leitão

    Oi APC!

    Tem tudo a ver com psicologia de massa sim. Quanto mais nervoso o mercado, mais a tendência principal se sobressai…

    E quanto mais emocional o mercado, melhor é pra gente ler e se posicionar acima dele… Rsss

    Abraço!
    Leitão

  20. 20 Mendigo_Suiço

    Pensando no investimento a longo prazo. Muitas empresas, por melhor que sejam, em algum momento irão acabar (pode demorar 10, 20, 70 anos). Como podemos identificar que o ciclo da empresa está no fim?

  21. 21 Leitão

    Oi Mendigo!

    Boa pergunta!

    Sim, nem tudo é pra sempre… Mesmo os melhores negócios podem chegar a um nível de saturação e regresso, ou mesmo fechar as portas de vez, seja por motivo de mudanças estruturais ou seja por má gestão simplesmente…

    Não existe exatamente um momento X onde identificamos esse esgotamento. Existe sim um acompanhamento que fazemos ao longo dos anos, e podemos perceber isso através dos resultados financeiros. Quando uma empresa começa a apresentar resultados sistematicamente declinantes, ascendemos a luz amarela… Podemos dar uma pausa nas compras com ela ou mesmo começar a se desfazer. Mas tudo com calma…

    Acompanhar os resultados de forma objetiva e também, caso tenha tempo e gosto, acompanhar pelo menos os relatórios da administração, ajuda nisso.

    Acontece que mesmo que tenhamos todo o tempo do mundo e toda a disciplina do mundo para acompanhar passo a passo cada em nossa carteira, uma hora iremos nos decepcionar. E como sabemos que é humanamente impossível a perfeição, melhor aprendemos a lidar com a imperfeição. Isso consegue-se através de uma Estratégia de gestão da carteira. Parece coisa difícil, mas não é não: uma boa diversificação de empresas e setores, aliada a uma correta alocação equilibrada, já ajuda bastante… Assim, mesmo que tenhamos jogadores contundidos pelo caminho, o resto do time leva o campeonato adiante…

    Um abraço!
    Leitão

  22. 22 Sardinha

    Leitão,

    Mas e a saúde financeira das empresas?

    A petrobras está com uma dívida impagável, de cerca de 10% do PIB do BRASIL!!!….

    Tudo bem que a massa pode ser irracional, mas quando os preços caem sistematicamente por um período grande é sinal que algo de muito ruim está acontecendo.

  23. 23 Leitão

    Oi Sardinha!

    Sim, correto. Quando os preços caem sistematicamente por um período grande aí não tem nada a ver com emocional de massa, tem a ver com os fundamentos da empresa mesmo. É o caso da Petrobrás. Seu preço atual já está considerando todos os problemas e reflete exatamente a realidade dela…

    Agora uma coisa: escândalo de corrupção não tem jeito de analisar, é coisa totalmente fora da lógica empresarial. Nesses casos a única coisa que nos protege é a nossa Estratégia, pois não tem análise capaz de dar conta de coisas assim…

    Um abraço!
    Leitão

  24. 24 APC

    Entendo seu ponto de vista Leitão, mas depois de uma queda de 20% vem um repique de 5 ou 10% ,,…. haja pontaria pra operar na ponta compradora…

  25. 25 croaca

    boa noite .so uma obeservacao nao cabe no bbas3 uma lta na regiao que fechou hoje parece ter respeitado uma lta so uma observaçao vc e o cara leitao um abraço a todos

  26. 26 croaca

    sei que temos que tomar cuidado pos um grafico aceita tudo depende do ponto de vista. tem gente que ve ate cabelo em ovo rsrsrs.

  27. 27 Estudante

    Leitão, passei o restante do dia de ontem e o de hoje pensando em sua justificativa. Compreendo o que disse, mas não me entra na cabeça a ideia de que, com tanto que o número de ações permaneça o mesmo, o investimento esta assegurado.

    Isso não seria contar com os ovos ainda dentro da galinha?

    Se por ventura no longo prazo a empresa na qual estou investindo não se recuperasse, eu ficaria a ver navios com essa lógica, não?

  28. 28 Fernanda Marroni

    Estudante, por isso que a bolsa é renda variável. A possibilidade de uma empresa não se recuperar é justamente o risco inerente a esse mercado.

  29. 29 Leitão

    Oi Croaca!
    Nesse momento não tenho novas leituras, melhor aguardar mais… O BB permanece em tendência de queda… Abração!

    ——————————-
    Oi Estudante!

    Veja:

    Por exemplo: se você montou uma bela carteira com 20 ou mais boas empresas, diversificando bem os setores, escolhendo com bons critérios, mantendo alocação equilibrada em todas, caso algumas delas venham a falir, não tem problema, pois o conjunto das empresas é que conta, o Conjunto é que tem que ser vencedor.

    Não investimos contando com empresas em particular. Investimos contando com o time, com a carteira. A carteira é que conta.

    Um exemplo: Eu tenho Petrobrás em carteira. Digamos que ela nunca mais se recupere, que venha a falir. Ok, não tem problema. As demais da minha carteira vão compensar e o time vai sair vencedor… Se a maioria das minhas ações falir é sinal que eu escolhi muito mal ou então o capitalismo acabou… Rsss..

    E mais: mesmo em períodos de Cotações baixas, os Dividendos continuam entrando… não se esqueça: bolsa não é só cotação, é principalmente Dividendos.

    ————–
    Abraços!
    Leitão

  30. 30 Ênio

    Oi, Leião!

    Como posso saber se uma empresa passa por um momento de não mais realizar investimentos, ou seja, não está crescendo, expandindo?

    Tem-se comentado muito que esse momento econômico que o país está passando enxerga-se nas não expansões das grandes empresas nacionais.

    Isso está correto?

  31. 31 Estudante

    Enfim, entendi!

    Obrigado pelas respostas Leitão e Fernanda.

  32. 32 Leitão

    Oi Ênio!
    Esses assuntos mais técnicos ficam melhores se postar lá no fórum dos ex-alunos, o Buteco da turma (http://leitaoemacao.com/buteco) pois assim todos podem ajudar mais…

    Mas falando bem rapidamente: através do histórico de ROIC e ROE vemos se a empresa está mantendo sua taxa de crescimento, aliado ao histórico de lucros também… Ao perceber uma parada no crescimento dos resultados ou mesmo um declínio podemos ver o desempenho e o eventual desaquecimento da empresa… Exemplo: Natura. Seu retorno sobre o capital investido vem declinando e seus lucros estabilizaram, parou de crescer. Ou seja, a empresa já chegou a um ponto atual de maturidade e, se a gestão não inovar, pode passar da saturação ao declínio…

    Mas como disse, poste essa discussão lá na turma que vai render mais…

    Um abraço!
    Leitão

  33. 33 FTA

    So compartilhando parte de um texto que achei condizente com nosso momento atual.
    Vamos seguir plantando!!!
    “Segundo Peter Lynch, seja qual for o método que você use para decidir em qual fundo mútuo coloca seu dinheiro, no final seu sucesso ou fracasso dependerá da sua disposição para ignorar as preocupações com o mundo durante tempo suficiente para que seus investimentos prosperem. Se deixar que as emoções guiem suas decisões de investimento, ficará muito difícil tirar proveito dos erros, motivados pelo excesso de emoção, dos demais investidores.”
    “A análise fundamentalista, a margem de segurança e as quedas da bolsa formam uma combinação vencedora.”

  34. 34 Leitão

    Oi FTA!
    Ótimo texto! O caminho é esse mesmo…

    Um abraço!
    Leitão


Participe! Deixe um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s