Já pensou em comprar sua liberdade?

03fev15

“Compre aqui: Liberdade! Pague com parcelas fixas!”

Imagine você passeando em um grande Shopping. Nos corredores, lojas vendendo roupas, eletrônicos, sapatos. Stands vendendo carros super modernos, outros vendendo celulares… E, ao lado do stand de motos, um quiosque colorido vendendo uma coisa inusitada: Liberdade. Isso mesmo! Com cartaz promocional e tudo mais: “Compre aqui: Liberdade! Pague com parcelas fixas!”

Eu sempre considerei minha liberdade o bem mais desejado. “Bem” material mesmo, como um carro, moto, casa, que tem preço e precisa de esforço e dinheiro para ser comprado.

Qual é o bem-material mais valioso para você? Carro, casa?

– Já pensou em comprar sua Liberdade?

Mas o que é Liberdade?

Liberdade é poder fazer escolhas. Escolher onde morar, escolher com o que trabalhar, como se vestir, que hobbies praticar, escolher com quem conviver, escolher, escolher…

Não estamos mais na escravidão do século XVIII, mas se você dorme, acorda, come, mora, convive, se desloca, estuda, pensa e anda por obrigação do seu trabalho, então não é livre.

“Tenho que morar no centro por que fica próximo ao meu trabalho”.

“Tenho que aprender mandarim porque meu trabalho exige”.

“Tenho que me deslocar 3hs de carro até meu trabalho todo dia”.

“Tenho que abdicar de meu tempo com a família”.

Tenho, tenho, tenho…

Para poder superar isso não adianta se revoltar contra o sistema. É preciso vencê-lo. Já que no sistema capitalista tudo tem seu preço, é preciso comprar sua liberdade. Você não vai encontrar um quiosque no shopping vendendo, mas é possível comprar sim. Liberdade tem preço, e custa caro. Talvez seja o bem mais caro que possa almejar.

Um carro pode lhe custar um ano de salário, uma casa pode lhe custar 10 anos de trabalho, sua liberdade provavelmente vai lhe custar mais que isso…

Quanto custa?

Depende de você!

A minha custou 15 anos de trabalho. Mas valeu a pena. Não foram 15 anos de sofrimento. Foram 15 anos de crescimento, esforço, amadurecimento… Quando achei que já havia feito tudo que podia naquele caminho e desejei mudar, mudei. Minha liberdade foi comprada em bom momento. Fiquei 15 anos no meu trabalho, satisfeito, mas se eu ficasse um ano a mais na empresa seria um ano infeliz…

Veja: tomei a decisão de mudar e tive a autonomia de optar. Foi isso que comprei: liberdade.

Poderia simplesmente ir para a praia e ficar lá o ano inteiro se quisesse – a renda de meus investimentos seria suficiente para me manter o resto da vida sem trabalhar. Mas é claro que não paramos de trabalhar, senão adoecemos. Muitas vezes passamos a produzir muito mais e melhor após conquistamos nossa liberdade, trabalhamos até mais que antes… Cada um tem um talento, um dom, um chamado interno para contribuir com a sociedade. Liberdade é isso: poder seguir seus chamados…

Exerça todo o seu potencial

Não faço aqui um convite à ociosidade, à “parasitação” do sistema. Faço um convite à reflexão de sua vida e seus objetivos, alertando para a importância de entender o sistema, trabalhar com diligência, poupar e investir com inteligência. Você tem seus dons, seus chamados internos a contribuir com a sociedade. Sua força de trabalho é importante, e trabalhar só pelo dinheiro é limitar sua competência. Se negligenciar isso nunca vai poder comprar sua liberdade e exercer todo o seu potencial…

O dinheiro pode te libertar ou te escravizar, você é quem escolhe!

Abraços!
Eduardo Leitão
—————————
Quer comentar? Alguma dúvida? Deixe uma mensagem…

Leia também…

Dividendos – Tirando o leite da vaca

Sobre Independência Financeira…

Não existe “médio-prazo” na Bolsa



29 Responses to “Já pensou em comprar sua liberdade?”

  1. 1 Frank

    Bonito texto!

  2. 2 Leitão

    Obrigado, Frank! :-)

  3. 3 Roberto D.

    Parabéns Prof!!!
    Ótimo texto.
    Sempre nos fazendo refletir.

    Obrigado Mestre Leitão!

  4. Muito Massa !!!!

  5. 5 OFrugalista

    É exatamente como eu penso.
    É tão igual que eu até resolvi escrever a respeito, pra deixar registrado a mim mesmo algo que eu nunca devo esquecer: dinheiro não compra felicidade, mas a liberdade!
    Pretendo fazer do blog um exercício para manter meu foco no que interessa.
    Parabéns pelo post e pelo esforço de enviar mensagens positivas ao mundo.
    Forte abraço!

  6. 6 OFrugalista

    Se você não se importar, posso colocar um link pra esse post no meu espaço?
    abs

  7. 7 Felipe B

    Um belo texto Leitão! Apesar de, de certa forma, todos sabermos da verdade por trás dessa mensagem, é muito fácil esquecermos de por isso em prática no dia a dia. Obrigado por nos lembrar!
    Abraços

  8. 8 Leitão

    Oi Roberto / Elissandro / OFrugalista / Felipe!

    Valeu, pessoal! Obrigado!

    ————–
    Oi OFrugalista!

    Fique à vontade, pode compartilhar onde desejar. Agradeço a divulgação da mensagem!

    ———–
    Abraços!
    Leitão.

  9. Parabéns Leitão!!!

    Para mim o melhor texto de todos que já li aqui!

    Concordo em tudo! E minha liberdade já está sendo “financiada em suaves prestações mensais”. E o objetivo é ir aumentando o valor das parcelas.

    Abraço!

    Fulgêncio Bomtempo

  10. 10 Li

    Obrigada, Leitão, por me lembrar pq eu junto $$ e pela mensagem de incentivo num dia em que comecei repensando muita coisa.
    Escreva mais assim, vc o faz muito bem.

  11. 11 Leitão

    Obrigado, Fulgêncio!

    Obrigado, Li!

    Lembrei de uma frase agora, acho que é atribuída a Ford:

    “Se você pensa que pode ou que não pode, de qualquer maneira você está certo.”

    Abraços!
    Leitão

  12. 12 Anônimo

    Parabéns Leitão pelo belo texto e esse seu esforço permanente de ajudar, de nos cutucar com seus alertas de incentivo q sempre chegam em boa hora. Valeu! muito obrigada! Um abraço, Cecilia

  13. 13 Leitão

    Obrigado, Cecilia! Eu que agradeço o incentivo! :-)

  14. Mestre Leitão,
    Já pensou em comprar sua liberdade?
    Que mensagem fantastica. Como é bom nos sentirmos mais preparados para buscar nossos objetivos. Sei que ainda estou “engatinhando”, depois de tanta cabeçada, apesar de ter quase 50 anos, ter uma boa renda e um bom patrimônio, acordei do pesadelo e consegui a luz que precisava para encaminhar e buscar minha liberdade. Obrigado Leitão por sua insistência em nos mostrar o caminho certo. Tenho certeza que daqui a 10 anos estarei aqui dando meu depoimento de como consegui atingir meu objetivo com a disciplina e sabedoria ensinada por nosso mestre Leitão. Que Deus nos abençoe e possamos colher estes belos frutos. Grande Abraço.

  15. Sensacional. Como sempre!

  16. Prezado, parabéns pelo excelente texto. Uma dúvida (se você não se importar de compartilhar):como você teve certeza que seus investimentos tinham atingido o patamar para comprar sua liberdade?
    Qual o critério que você utilizou:
    – capital acumulado necessário para fazer frente às despesas por mais X anos?
    – renda passiva gerada pelos investimentos?
    – outro critério?
    Estou te perguntando porque estou tentando definir meu critério e ouvir alguém que já passou por isso vai me ajudar muito.
    Obrigado e um abraço.
    Cesar.

  17. 17 Leitão

    Oi JCF!
    Obrigado! Valeu mesmo! Dá uma alegria enorme poder caminhar junto com essa turma bacana… E vamos que vamos, crescendo um pouco a cada dia!

    ————-
    Valeu, Thiago! :-)

    —————-
    Oi Cesar!
    Obrigado também!

    Olha, esse assunto dá um livro inteiro, e é justamente isso que estou fazendo… Já tem uns 4 anos que estou escrevendo esse livro sobre como é Depois que atingimos esse objetivo tão bacana… Acho que vou levar mais um ano ainda até terminá-lo… não tem jeito, tem coisas que demandam tempo mesmo… é como plantar um pé de jabuticaba :-)

    Mas vou tentar das umas pinceladas aqui conforme suas perguntas, vamos lá:

    – Atingir a independência financeira exige manter dois caminhos antagônicos em paralelo: a) acumular patrimônio e b) manter o custo de vida baixo; assim acelera a coisa, pois não há dinheiro no mundo que dê quando a gente leva uma vida de consumo, luxos, despesas e mais despesas. Não é questão de ser pão-duro ou viver com limitações, é questão de definir o que é que traz satisfação e paz e o que é que é apenas consumo e despesas evitáveis. A vida moderna e o estilo consumista do sistema capitalista atual acaba fazendo as pessoas acreditarem que precisam de muito dinheiro para viver, o que não é verdade.

    – O curioso é que isso tem mais à ver com Filosofia do que com Matemática. Veja a falta de água de hoje em dia, a degradação da natureza, o consumo de anti-depressivos, as mazelas da sociedade… Não é questão de dinheiro, é questão de riqueza/pobreza interior. A sociedade está com fome, mas fome de sentido, fome de amor.

    – Então, volto à quela frase de Sêneca: “Quanto menos se precisa, mais rico se é”; E também Mateus 4:4 “Nem só de pão viverá o homem…”

    – Bem, feita a introdução, vamos às suas perguntas: No meu caso sempre trabalhei pensando em independência, e nos últimos 5 anos de carreira planejei a mudança com calma, já com os devidos planos-a; planos-b; planos-c; Dá um frio na barriga mesmo, pois não é fácil deixar um bom cargo em topo de carreira, deixar um bom e seguro salário, deixar uma história… Mas quando estamos com segurança dos nossos planos previamente feitos, então tomamos a decisão com mais firmeza, mesmo que o frio na barriga venha. Nesse caso eu tinha renda passiva para me manter, e sabia que a partir do momento que tivesse mais tempo, poderia potencializar ainda mais meus investimentos, e foi o que fiz… Existe uma frase popular que diz: “Quem trabalha muito não tem tempo de ganhar dinheiro” – ela contém alguma verdade sim, pois quando estamos com mais tranquilidade podemos investir melhor, dedicar mais ao que interessa, em fim… E o resultado disso foi que potencializei meus investimentos, cuidei bem das vacas leiteiras e a renda passiva ficou mais do que necessária…

    – Renda passiva é como cuidar de uma fazenda; tem que cuidar das vacas leiteiras, cuidar das plantas, cuidar dos peixes… administrar patrimônio dá trabalho, mas é um prazer cuidar do que é seu…

    – Então, resumindo: buscar um estilo de vida bom e não consumista para não se tornar escravo do dinheiro; construir patrimônio para lhe gerar renda passiva (ações, alugueis, renda fixa, etc, etc, etc,); planejar e tomar decisões, pois acomodar é fácil e a vida é curta demais para ficar perdendo tempo…

    Abraços!
    Leitão

  18. 18 rru842

    Bom dia, Leitão. Grato pela resposta.

    É… essa decisão é superdifícil. Deixar um emprego estável com boa remuneração (mas que lhe toma 15, 16 horas por dia, limitando seu convívio familiar, com amigos e até o impedindo de realizar outras atividades que também lhe trazem satisfação) não é uma decisão simples.

    Ainda mais para um profissional da área de exatas que tem um apreço muito grande por números e lógica. O que tenho feito é construir cenários e estabelecer margens de segurança para cada um deles, tentando estabelecer um modelo matemático de apoio à decisão. Mas, infelizmente, no país que vivemos fazer planejamento de longo prazo é quase exercer uma prática de vidência, tantas são as instabilidades a que estamos sujeitos.

    Mais uma vez, obrigado e parabéns pelo blog e trabalho desenvolvido.

    Abraço.
    Cesar

  19. 19 Leitão

    Oi Cesar!

    Eu sei bem como se sente, já passei por isso… dá medo.

    Mas dizem que “Coragem não é a ausência de medo. E prosseguir, apesar do medo.”.

    É preciso ser corajoso, às vezes louco.

    Mas, o que é loucura?

    Talvez permanecer imóvel seja loucura, talvez se limitar e limitar as possibilidades da vida seja loucura. Talvez não viver a vida com frios na barriga seja loucura. Pois se formos parar para pensar, estamos todos em um relógio que corre para trás até o ponto zero…

    Então, faça isso mesmo: planeje bem, faça cenários, organize-se… mas não demore: mude! faça! aja! Vale a pena… palavras de quem já chegou lá :-)

    Abraço!
    Leitão

  20. 20 Li

    Cesar e Leitão, se permitem… Ontem eu lia um texto sobre Vontade e o autor (Caruso Samel) falava que vontade é uma das poucas atribuições que não devemos acumular, se usarmos o raciocínio, a lógica, o planejamento e as boas intenções devemos colocar a vontade para funcionar e, quanto mais se usa a Vontade, mais aperfeiçoada fica.

  21. 21 Leitão

    Oi Li! Sumida!
    Apareça mais! :-)
    Boa dica!

  22. Texto simples e profundo, Eduardo. Parabens!

  23. 23 Leitão

    Obrigado, Derivaldo! Apareça sempre!

  24. 24 Vanio Vedova

    Parabéns Mestre, como sempre mais um ótimo e valoroso texto.

  25. 25 Leitão

    Valeu, Vanio! Abração!

  26. 26 Claudio

    Leitão obrigado pelo post.

    Creio que a Liberdade está em um correto reclacionamento com DEUS.
    “Ora, o Senhor é o Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade.” 2 Coríntios 3:17

    Jesus veio e morreu para sermos livres, mas também servos.

    ” Pois é da vontade de Deus que, praticando o bem, vocês silenciem a ignorância dos insensatos.
    Vivam como pessoas livres, mas não usem a liberdade como desculpa para fazer o mal; vivam como servos de Deus.
    Tratem a todos com o devido respeito: amem os irmãos, temam a Deus e honrem o rei.” 1 Pedro 2:15-17

    Seguindo o exemplo de Jesus

    “Para isso vocês foram chamados, pois também Cristo sofreu no lugar de vocês, deixando-lhes exemplo, para que sigam os seus passos.”
    1 Pedro 2:21

    Isso não exime da viver com responsabilidade de fazer os investimentos corretos ,tanto financeiros como pessoal.

  27. 27 Leitão

    Oi Claudio!

    Muito bem colocado! Obrigado pelo ótimo comentário e as belas citações bíblicas!

    Esse é sempre meu livro de cabeceira…

    Um grande abraço e apareça sempre!
    Leitão

  28. 28 anacsc

    texto perfeito1

  29. 29 Leitão

    Obrigado, Ana! Apareça sempre aqui no Blog, fique à vontade! :-)
    Abraço!
    Leitão


Participe! Deixe um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s