Chat 18 a 24/junho

18jun12

Olá, pessoal!

Segue mais um post para chat nesta semana…

Fiquem à vontade para perguntar, tirar dúvidas e interagir!

Obrigado pela grande participação de todos(as)!

Abraços! Leitão

Dica: Abaixo do campo de mensagem tem um “click” para que você receba avisos de respostas em seu email – é só informar seu nome/email/msg/click.

Leia também…

> Histórico de Chat’s (muitas dicas!)

Gráficos e dicas em seu e-mail...
Mais: Lista de artigos do Blog  |  Chat’s  |  Livro



38 Responses to “Chat 18 a 24/junho”

  1. 1 Alison

    Ola Leitao.
    Parabens pelo blog e pela disposicao em ajudar a todos sempre com paciencia e bom senso.
    Pretendo iniciar meus investimentos. Gostaria muito de fazer o curso mas preciso me organizar primeiro para conseguir aproveitar o maximo possivel.
    Me desculpe se a pergunta jah foi feita mas ela eh bem direta:
    Farei um aporte inicial de aprox. R$ 5.000,00. Eh melhor comprar papeis de uma ou duas empresas no mercado inteiro ou 3 ou mais empresas no fracionario?
    Obrigado.

  2. 2 Leitão

    Oi Alison!
    Obrigado! Fique à vontade aqui na turma!

    A primeira coisa que tem que aprender é Selecionar boas empresas… Se vai comprar lote inteiro ou fracionado, isso não interfere em nada. E mais, além de aprender a Selecionar boas empresas, tem que ter uma Sistemática de compra… Não é só comprar de uma vez e depois ficar torcendo…. É tudo muito simples, mas não é na base do chute não, tem que ter Estratégia… E quando falo Estratégia, reafirmo, não é nada complicado não.

    Bem, dito isso, respondendo agora diretamente: Em geral, para Investimento, vamos comprar sempre no Fracionado mesmo, não há problema nenhum nisso. Já quando o objetivo é Especulação (comércio de papéis) a preferência é por lotes fechados, pois é em valor mais relevante e mercado mais dinâmico para compra e venda rápida…

    Abraço!
    Leitão

  3. 3 Alison

    Obrigado pela pronta ajuda Leitao.
    []s

  4. 4 Anônimo

    oi leitão ,
    estou iniciando neste negócios de ações e seu blog
    tem ajudado muito . Pretendo fazer seu curso logo que puder.Ja tenho algumas ações ( vale ,Petrobras,itau,cemig,ambev) .Estou pensando em comprar
    eternit .O que vc acha da empresa e se ela pode sofrer com os processos sobre o amianto?
    Obrigada
    andrea

  5. 5 Leitão

    Oi Alisson! Disponha!

    ——————–
    Oi Andrea!
    Quando animar vir para a turma você vai gostar!

    Sobre as ações que comentou, nada contra! Tenho todas elas em carteira e continuo mantendo as estratégias normalmente com elas. A Eternit inclusive é uma das mais bem administradas, gosto muito dela, lucrativa, geradora de valor. Os problemas com amianto vêm sendo bem administrados, não me preocupo.

    Você comentou sobre 05 ações, e uma sexta agora… Sempre digo e repito: se for montar uma carteira, observe 02 princípios básico: Mínimo de 10 boas empresas, e compras sistemáticas sempre…

    Um abraço!
    Leitão

  6. 6 Anônimo

    Obrigada Leitao ,
    estou buscando novas empresas para colocar na
    carteira e a eternit como vc comentou me parece uma boa opção .O que vc acha da tractebel ?Reparei que ela teve uma forte valorização no ultimo ano ?Será que vai continuar ?
    Abcos
    andrea

  7. 7 Leitão

    Oi Andrea!

    Tractebel tem qualidade sim, aliás, a maioria das empresas do setor elétrico são boas. Eu gosto muito da Cemig e da Coelce, a Geti4 também…

    Mas uma obs.: Não use o critério “preços em valorização” como critério de escolha… Os preços no mercado podem subir muito e cair muito que não dizem nada sobre a Qualidade de uma empresa. Não dê bola para o gráfico de preços, baseie suas escolhas nos resultados financeiros, nos Fundamentos das empresas… O gráfico de preços só é importante para se fazer Especulações, para investimento não…

    Um abraço!
    Leitão

  8. 8 Costa

    Boa noite Leitão,

    Fui chamado recentemente pra trabalhar na CEF (empresa muito boa! pena que não tem capital aberto… rsrs).
    Minha dúvida é sobre o plano de previdência do banco.

    Eu sei que os planos de previdência privada em geral são uma furada, por inúmeros motivos que eu já conheço e que aprendi no seu curso.

    Entretanto o fundo de previdência é exclusivo para funcionários (FUNCEB) e tem algumas vantegens. Na verdade só uma que me fez ficar na dúvida se eu entro ou não:
    – A cada real que eu deposito no fundo, a CEF deposita a mesma quantia. E caso eu saia da empresa, eu posso resgatar o valor integral (o que eu depositei, e o que a empresa depositou).

    As desvantagens são as mesmas de qualquer outra previdência privada:
    – Enlatado de produtos de investimento (apesar da CEF afirmar que possui profissionais dedicados para garantir a diversificação e a rentabilidade do fundo);
    – Taxa de administração de 4,5%;
    – Incidência de imposto de renda, no momento do resgate.

    E aí Leitão, será que compensa?

    Abraço da Bahia,
    Costa

  9. 9 Nobrega

    Olá Leitão.
    Na sua carteira percebi que você faz compras por rodízio.
    Você por acaso faz rebalanceamento da sua carteira quando um grupo de ações dispara ou segue a risca o rodízio mensal, independentemente do peso das ações? Se faz rebalanceamento, qual a periodicidade?

    Grato

  10. 10 Leitão

    Oi Costa!

    Bem, você já adiantou bem o raciocínio…

    A duplicação de depósitos é uma boa vantagem mesmo, que pode compensar as desvantagens padrões dos fundos…

    Procure mais detalhes sobre o tal fundo: A política de gestão, de que ele é composto (se são ações, quais, qual a qualidade dessas empresas, qual o peso de cada uma, etc….. se é parte de renda fixa, etc.)… Veja também o desempenho histórico do fundo, veja se está pelo menos acompanhando o IBOV ou acima dele, etc…

    Se o fundo for bem gerido, tiver bom histórico, e tiver uma composição inteligente, com bons ativos, pode valer a pena sim… Mas vale a mesma regra de todo tipo de Investimento: Não se deve concentrar capital em demasia em apenas uma alternativa – se for colocar dinheiro nesse tal fundo, equilibre colocando dinheiro em ações e renda fixa… Mantenha uma boa diversificação e um bom equilíbrio de alocação entre cada tipo de investimento.

    Um abraço!
    Leitão

  11. 11 Leitão

    Oi Nobrega!

    Sim! Quando uma empresa ou mais estão desequilibrando o conjunto, com concentração em demasia, faço uma re-alocação e distribuo gradativamente para as demais… A carteira deve sempre ficar com alocações mais ou menos equilibradas entre todas as empresas.

    Mas isso pode demorar 01 ano, 02, 03 ou mais…. Só não é algo feito toda hora…

    Um abraço!
    Leitão

  12. 12 Anônimo

    Obrigada novamente ,mas onde posso saber
    sobre a saúde financeira das empresas?Tem algum
    site onde se possa acompanhar estes fundamentos?
    Abcos
    andrea

  13. 13 Leitão

    Oi Andrea!

    Tem o http://www.guiainvest.com.br, o http://www.fundamentus.com.br, o http://www.comdinheiro.com.br, alguns dados no YahooFinances, etc…

    Mas o ideal mesmo é se preparar antes de começar a se aventurar… Quando puder, venha para a turma, você vai gostar!

    Abraço!
    Leitão

  14. 14 Luiz Alvim

    Olá Costa,

    Se você me permite, gostaria de complementar algumas informações sobre o fundo de pensão da CEF (FUNCEF), mais no sentido de lhe ajudar na sua decisão.

    O sistema de previdência complementar no Brasil pode ser dividido em dois grandes grupos: a previedência complemenar fechada e a aberta. A previdência aberta é a que os bancos e seguradoras oferecem no mercado. Qualquer pessoa pode comprar um plano destes e normalmente é somente ela que faz as contribuições para o plano. Existe toda uma legislação específica para estes planos. Não dá para explicar tudo aqui, pois o assunto é bem extenso. Pode vale a pena ou não comprar um plano deste tipo, dependendo do perfil da pessoa e da sua estratégia pessoal para investimentos.

    Já a previdência complementar fechada é formada pelos fundos de pensão, que são entidades patrocinadas por grandes empresas estatais ou privadas. Como o próprio nome já diz, este sistema é fechado, ou seja, somente os funcionários da empresa patrocinadora podem aderir aos planos oferecidos pelo fundo de pensão. Estes fundos costumam oferecer aos seus participantes alguns tipos de planos com a opção de escolha do perfil de investimento. Isto significa que o participante pode optar por um perfil mais conservador (o dinheiro será aplicado apenas em renda fixa e imóveis) ou mais agressivo (parte em renda variável também). A maior vantagem de um fundo de pensão é a contribuição paritária, que você mesmo já citou: para cada R$ 1 que você deposita, a patrocinadora também coloca R$ 1 na sua conta. A FUNCEF é o terceiro maior fundo de pensão do país, atrás apenas da PREVI (funcionários do Banco do Brasil) e PETROS (funcionários da Petrobrás). Seu patrimônio atual é da ordem de R$ 44 bilhões, uma quantia invejável. Os fundos de pensão, especialmente os grandes, tem sim na sua estrutura organizacional profissionais especializados que fazem a gestão de suas carteiras de investimentos e podem também contratar gestores externos. Vale lembrar que existe no país um órgão regulador para os fundos de pensão. É a PREVIC, uma autarquia ligada ao ministério da previdência, que faz uma fiscalização rigorosa nestes fundos. É um papel semelhante ao que o Banco Central faz para o setor bancário, a CVM para as corretoras, ANEEL para o setor elétrico, etc.

    Concluindo: existe muita informação a mais sobre os fundos de pensão que eu poderia te passar, mas não dá para fazer isto aqui, pois o assunto é extenso. Você pode pesquisar um pouco na Internet se quiser. Sugiro consultar os sites da FUNCEF e da PREVIC também. O que posso lhe dizer, é que apenas uma parte pequena da população brasileira tem a oportunidade de entrar para um fundo de pensão como este que a CEF está lhe oferecendo. A maioria, incluisive eu, se quiser complementar a aposentadoria modesta oferecida pelo INSS, precisa cuidar disso por conta própria. Sinceramente, se eu estivesse no seu lugar, não pensaria duas vezes.

    Grande abraço,

    Luiz Alvim

  15. 15 Breno Medeiros

    Eu tenho as minhas dúvidas sobre as previdências complementares.

    Apesar da contribuição paritária, quando você soma as taxas de administração elevadas e outros encargos, os riscos de má gestão e desvios/corrupção… pode ser que no longo prazo não seja interessante.

  16. 16 Costa

    Luiz,

    Obrigado pelo comentário! Ajudou muito.

    Realmente, eu passei dois dias estudando a FUNCEF para fazer uma avaliação melhor. E vi que é um bom investimento.

    Eu fiz uma simulação de aplicação durante dois anos (de 2010 à 2012), considerando uma rentabilidade do plano de 10% ao ano e descontando as taxas de administração e imposto de renda.
    Vi que meu rendimento é de aproximadamente 40% ao ano!

    Isso se deve à contribuição paritária que proporciona quase 100% de lucro. Entretanto isso vai diminuindo com o passar do tempo.
    A cada ano que passa esse “lucro” da paridade se dilui no tempo e você depende mais da rentabilidade do plano em si.

    Ou seja, é um plano mais vantajoso no curto prazo.
    Acho que por isso existe um longo período de carência e a incidência de impostos é alta para o curto prazo (diminuindo com o passar dos anos).

    Abraço,
    Costa

  17. 17 Luiz Alvim

    Olá Costa,

    Sobre a questão da tributação, a previdência complementar é o único investimento que oferece duas opções a quem vai entrar num plano deste tipo. Você prode optar pela tabela progressiva, que é a mesma tabela que calcula o IR sobre os salários, ou a tabela regressiva, cuja alíquota vai reduzindo gradativamente na medida em que o tempo passa. Após 10 anos o IR é de 10% (alíquota mínima). Nenhum outro tipo de aplicação oferece uma tributação tão baixa. As menores existentes são de 15%, no caso das ações e dos fundos de renda fixa a partir de 3 anos. Lembre-se de que a idéia da previdência complementar é de que seja um investimento de longo prazo, que você vai utilizar para complementar a sua aposentadoria lá na frente. Vale lembrar que durante a fase de capitalização, não existe tributação sobre o capital acumulado, o que contribui para aumentar ainda mais o seu capital. O IR somente é cobrado quando você se aposenta e começa a receber o benefício, ou se fizer um resgate. Este ponto também é importante, pois aumenta o volume de dinheiro que você capitaliza no seu fundo. Detalhe: você precisa fazer a opção por um dos dois tipos de IR no momento em que aderir ao plano.

    Eu tenho na minha família algumas pessoas que se aposentaram em empresas que possuem fundos de pensão inclusive dois irmãos, um que se aposentou no Banco do Brasil e recebe complementação da PREVI e outro que se aposentou na CEMIG e recebe pela FORLUZ. Todos eles estão muito satisfeitos e não tem do que reclamar. Sugiro que você converse com outros colegas da CEF que já tenham mais tempo de casa para saber a opinião deles sobre a FUNCEF e, se possível, até alguns que já tenham se aposentado.

    Um abraço,

    Luiz Alvim

  18. 18 Daniel

    Meu caro Costa, compensa com certeza. E tente botar o maximo, 12%.

  19. 19 Breno Medeiros

    Gostaria apenas de reforçar a questão da taxa de administração das previdências complementares fechadas. São taxas elevadas e que incidem anualmente não sobre o lucro, mas sobre todo o patrimônio acumulado. No longo prazo isso é fatal.

    Eu sou servidor público federal há seis anos. Estou aguardando ansiosamente pelo Funpresp e vou aderir… Aí vocês poderiam me perguntar: isso não é uma contradição?

    Eu responderia: Não. Pois eu vou aderir ao Funpresp, mas não vou contribuir com nenhum centavo para ele. O meu objetivo será pegar parte do dinheiro que hoje está sendo retirado de mim compusoriamente (o que excede o teto do INSS) e aplicar em investimentos que eu mesmo escolher, sem pagar taxa de administraçāo pra seu ninguém.

    Eu não posso afirmar em relação a outras previdências complementares fechadas, mas no Funpresp o servidor que se aposenta não pode sacar o valor acumulado e só pode portar o benefício para outras previdências complementares aberta, que também cobrar taxa elevadas anualmente sobre todo o valor acumulado.

    Eu fiz comparações entre contribuir pelo Funpresp e investir eu mesmo e cheguei à conclusão que a partir de 15 ou 20 anos (20 anos sendo mais pessimista) valeria mais eu não contribui para o Funpresp e investir diretamente os valores não contribuídos.

    Agora, atenção! Isso vale porque eu não pretendo me aposentar no serviço público. Quero acumular o bastante para não depender do Governo, nem de ninguém.

    Para quem está na regra antiga e pretende se aposentar no serviço público federal eu não aconselho aderir ao Funpresp, pois seria muito arriscado, mesmo com as contribuições sugeridas pelo Governo Federal.

    Bem, acho que em relação a outra previdências complementares fechadas, cada uma tem que analisar direitinho como vai destinar o seu dinheiro hoje, pois uma decisão errada hoje faráo grande diferença no futuro e os erros não poderão ser mais corrigidos.

    Boa sorte para todos!

  20. 20 Alexandre

    Leitão,

    Algum comentário sobre a empresa GRAZZIOTIN ?
    Os números me chamaram a atenção.

    Grande abraço

  21. 21 Leitão

    Oi pessoal!
    Parabéns a todos pelo altíssimo nível das discussões aqui, e obrigado por contribuírem! Isso ajuda a muitas pessoas!

    Todos os comentários sobre o caso do Costa estão ótimos, não tenho o que acrescentar.

    Vou apenas dar um relato a mais, pessoal:

    Eu aposentei aos 32 anos através de investimentos pessoais, diretos, sem fundos ou terceiros. Assim sou 100% dono do meu patrimônio, não pago taxas para ninguém, quase não pago IR, etc… Mas isso exige disciplina (Obs.: comecei do zero, como balconista de mercearia de bairro).

    Falo isso pois muita gente com menos disciplina acha melhor fundos/previdências, não é errado, mas tem suas desvantagens que todos já bem comentaram – e demora.

    O caso do Costa, com aportes de paridade pela empresa, é um caso particular que pode ajudar – depois de muita ponderação antes de começar… (Mas Costa, mesmo que decida aderir, não deixe de ter investimentos diretos variados também – nunca devemos concentrar capital em uma única alternativa)

    Bem, como disse, não tenho o que acrescentar nos já excelentes comentários de todos. Apenas estou dando meu relato pessoal para incrementar as idéias…

    ——————————————
    Oi Alexandre!

    A GRAZZIOTIN está indo muito bem ultimamente, com vendas constantes, lucros também constantes… Ela só podia distribuir mais lucros, pois não está gerando tanto valor assim para ficar segurando todo o capital. Pode-se olhar para ela com mais atenção sim…

    —————
    Abraços, pessoal!
    Leitão

  22. 22 Caio

    Leitao,

    Com 32 anos foi bem cedo mesmo, porque geralmente a gente consegue iniciar os investimentos la pros 25, depois da faculdade, da experiencia, etc… Ou seja, com 38/40 anos de idade é que provavelmente vira a Independencia Financeira.

    No seu caso os aportes começaram cedo, la pros 18 anos ?

    Obrigado, seu depoimento da uma animada na gente.
    Caio

  23. 23 Leitão

    Oi Caio!

    Pois é, foi cedo mesmo. Comecei cedo, antes dos 18, mas cometi muitos erros, muitos mesmo – fiz cada besteira, você nem tem idéia… Mas converti os erros em aprendizado e depois isso se mostrou uma vantagem no tempo.

    No início meu plano inicial era para ser aos 35 (agora), depois vi que seria complicado e mudei para 40. Mas com o tempo os investimentos deram tão certo que a coisa se antecipou 8 anos! Em boa parte graças à bolsa de valores!

    Se fosse ainda lá pelos 40 já estaria ótimo, mas veio antes, então está sendo muito bom!

    Olha, lhe digo, se soubessem o quanto é bom ter sua independência financeira, todo mundo seria mais disciplinado nessa área da vida, viu… Hoje mesmo fiquei a parte da manhã inteira só visitando floriculturas para comprar vasos aqui para casa… Em plena quarta-feira, é muita moleza… rsssss..

    Mas nem gosto de comentar muito não. Só toquei no assunto porque surgiu.. Sou bem tímido e resguardado, como todo mineiro…. :-). Mas espero que esse relato sirva de motivação para os amigos. À propósito, estou até escrevendo um novo livro sobre o assunto… Talvez saia ano que vem…

    Grande abraço!
    Leitão

  24. 24 Caio

    Leitao, vamos trocar Weg e Usimimas do cardapio por outras 2 ai… rs.

    Uma delas é Geti4, a outra é que esta dificil…. alguma sugestao ?

  25. 25 Breno Medeiros

    Caio,

    GETI4 está cara.

    COCE5 e ELPL4 estão mais baratas e possuem fundamentos melhores.

  26. 26 Costa

    Leitão,

    Com certeza! Mesmo que eu entre nessa previdência, a bolsa de valores, pra mim, está em primeiro lugar.

    Pra se ter uma idéia, atualmente minha alocação está 73% em ações e 27% em renda fixa. E só pretendo mexer nisso quando os preços voltarem pra um patamar mediano.

    Abraço,
    Costa

  27. 27 Anônimo

    De novo, tirô grandão!

    Faltou dizer que foi a floricultura com a moto que comprou com a especulação em VALE…

    kkkkkkk.

  28. 28 Anônimo

    Leitão, a CMIG4 está em uma congestão no momento? Penso em esperar para qual lado ela vai para definir compra ou não, certo? Um abraço. Gustavo Magal

  29. 29 Leitão

    Hehehehe, e foi mesmo…. Rodei as floriculturas da cidade na moto, melhor para o trânsito… Heheheh

    ————————–
    Oi Gustavo!
    A Cemig está muito alta agora, é prudente aguardar. Está quase formando uma nova congestão de preços…

    Um abraço!
    Leitão

  30. 30 Leitão

    Queridos amigos, um recado:

    Vou viajar de 22 a 24 de junho (sexta a domingo), e ficarei off-line.

    Mas qualquer dúvida podem postar – chegando de viagem responderei a todos como de costume…

    Abraços e ótimo final de semana!
    Leitão

  31. 31 Guto

    Aposto que foi viajar de moto, kkkkk.

  32. 32 Glauco Tonello

    Leitão
    foi de motoca??

    Legal quando os grandes analistas colocam um preço alvo de uma ação ou empresa.

  33. Leitão, existe algum ponto negativo nos fundamentos das seguintes empresas: ELPL4, EZTC3, GETI3, TRPL4, GRND3? O que você pode dizer sobre elas? Elas podem fazer parte da carteira para um investimento gradual ou tem coisa muito melhor?

  34. 34 Leitão

    Oi Guto, ou Glauco!
    Hehehehe!

    Voltei!

    Fui de moto não! Tive que ir de carro pois a estrada de chão era muito ruim e estava ameaçando chover… Para barro é melhor ir de 4X4 mesmo… :-)

    ———————————————
    Oi Raul!
    :-)
    Você está muito ansioso… Calma… Vamos concluir o curso primeiro… Vamos usar a Sala de Aula para conversar sobre essas questões, não precisa ficar ansioso e postar aqui no Blog não…. Continue estudando com afinco e qualquer dúvida estou lá em Sala de Aula para ajudar…

    ——————–
    Abraços, pessoal!
    Leitão

  35. 35 José Alves

    Olá Costa!

    Quero dar meu depoimento, talvez possa ajudar na tomada de decisão. Trabalhei e me aposentei na Empresa de distribuição de energia elétrica de São Paulo (ELETROPAULO). Durante todo o tempo contribui para o fundo de pensão chamado “FUNDAÇÃO CESP”. Portanto, somando o que recebo do INSS e o que recebo do fundo de pensão (Fundação Cesp) é mais do que ganhava quando trabalhava. Não tenho do que reclamar.
    .

    Forte abraço,

    José Alves.

  36. 36 Clari

    Oi Alves,
    Fico feliz em saber que agora você vive num padrão melhor. Trabalho em empresa de eletricidade e sei que o setor tem uma política fraca em relação a salário. Sua situação é semelhante ao que vou ficar a partir do próximo ano. Quando me aponsentar quero fazer resgates suficientes para aumentar minha carteira e cada vez mais ter controle próprio sobre meu dinheiro e obter mais dividendos.
    Você que já está do outro lado, como você está encarando agora os investimentos na bolsa?
    Abraços e sucesso meu caro.
    Clari

  37. 37 Caio

    Jose Alves, Clari… o assunto esta interessante, mesmo ainda estando longe da situação de vcs, o tema é importante !!! estou acompanhando…

  38. 38 José Alves

    Olá Clari, tudo bem? Bem, na verdade, não tenho experiência em bolsa, por isso resolvi fazer o curos com o Mestre (Leitão) e terminei agora. Ainda estou montando minha carteira e pretendo aplicar a estratégia de Investimento Gradual.

    Forte abraço.
    José Alves.


Participe! Deixe um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s