Renda fixa, imóveis, ações e viver de renda…

05out11

A alguns meses atrás vários amigos estavam conversando aqui no Blog sobre questões como renda fixa, imóveis, ações e viver de renda. Como são muitos comentários resolvi resumir tudo em um post mais objetivo, que resgato agora:

————————–

“Oi Pessoal!

Estive de folga durante esse feriado, mas a conversa aqui rendeu heim!

Pelo que pude ver da conversa, vamos lá:

Vou tentar ser mais sucinto…

1) Renda fixa é fácil, mas é ruim. Você vê seu dinheiro dando um rendimento certinho todo mês, mas não vê o poder corrosivo da Inflação comendo seu capital. E não dá para viver de renda apenas com o dinheiro da Renda fixa, pois mesmo que os juros o sustentem agora, não o farão no futuro, pois o dragão da inflação vai comer seu poder de compra.

2) Imóveis são bons, mas são complicados, geram baixos aluguéis, dão trabalho para manter alugado e em bom estado, e se não for em região de valorização, acabam perdendo valor. É bom poder ter imóveis sim, como diversificação de investimento e de fonte de renda, mas eu, particularmente, não abro mão de ações, que são muito mais simples de se manter e mais rentáveis. No meu caso, por exemplo, tenho imóveis também, mas me dão amolação e baixo retorno – de qualquer forma o retorno deles também conta.

3) Ações não são como a renda fixa, em que você pode sacar um pouco todo mês. Investimentos em ações que você usa para se manter tem uma dinâmica diferente: Devemos fazer saques inteligentes, em momentos adequados… Exemplo: De 03 em 03 anos, fazemos um saque que vá nos manter pelos próximos 03 anos… É apenas um exemplo, e tem outras formas também. O que quero alertar é que o saque é feito de forma Estratégica, e não mensal.

4) Em geral, ninguém “para de trabalhar”. Senão adoecemos! Trabalhar é bom, quando trabalhamos sem pensar no dinheiro, e sim pelo prazer de fazer algo em que você se sente útil e competente… Desta forma, viver de renda é mais fácil ainda, pois você atinge a Independência Financeira, mas acaba quase não precisando do dinheiro dela. Ou seja, você compra sua liberdade, e não sua ociosidade.

Abraços!
Leitão

Leia também…

> Renda Fixa é investimento de alto risco!!

> Fundos…

> Todas as crises são iguais…



24 Responses to “Renda fixa, imóveis, ações e viver de renda…”

  1. 1 Daniel

    Leitao, quanto aos imóveis creio que realmente demandam mais atencao e trabalho, mas podem também porporcionar uma boa rentabilidade ao investidor.

    Em imóveis podemos considerar o valor do aluguel líquido com sendo rendimento real (acima da inflacao) já que em tese ele é reajustado pela inflacao todo ano (igpm).

    Mas imóveis tem suas particularidades. E localizacao é tudo. Creio que para imóveis comerciais o ideal seja em locais movimentados como grandes avenidas ou áreas próximas do certo. Para residenciais lugares especificos como apartamentos próximo a faculdades ou kitnets.

    Resumindo, acho que em imóveis devemos ficar sempre atendo a duas coisas: que ele esteja alugado o mais tempo possível e que o aluguel seja reajustado no mínimo pela inflacao todos os anos. Conseguindo isso, a rentabilidade será bastante adequada para o longo prazo e superará com folga a renda fixa. Prova disso é que muitas pessoas no Brasil ficaram ricas com imóveis de alguel nos últimos tempos.

    Como voce bem disse acho que o ideal é ter dos 3: Acoes, imóveis e renda fixa – esta última mais com alocacoa estratégica de capital para potencializar os outros dois. Abracos !

  2. 2 VBraga

    Leitão, a respeito dos tópicos abordados gostaria de adicionar mais um e te fazer uma pergunta: como você vê a opção de investimento pelo tesouro direto, comprando NTN-B. Dessa forma, estaria protegendo o poder de compra, pois terá o reajuste da inflação, e ainda tendo um ganho real conforme a taxa combinada na hora da compra. como você vê esse investimento?

  3. 3 Daniel

    VBraga,
    Desculpe me antecipar ao Leitao, mas vou dar a minha opniao.
    A NTN -B é uma boa opcao, mas o problema é que na hora de pagar o IR, se paga sobre toda a rentabilidade (inflacao + ganhos reais) o que acaba comendo um pouco os ganhos. Quanto maior a inflacao, mas IR se paga e mais os ganhos reais serao corroídos. Abracos..

  4. 4 Sanzio

    Como vai Mestre Leitão?

    Antes de qualquer coisa saiba que não tenho participado muito mas estou sempre lendo seus posts e algumas coisas no Butecão (que a propósito está muito bacana).

    Primeiro, parabéns pelo artigo. Objetivo e claro. (objetivo até demais pro meu gosto rsrsrsrs mas tudo bem).

    Segundo, Vssa. Excelência pouco falou (escreveu) até hoje sobre estratégias de realização. É assunto pra um curso inteiro ou poderiamos pensar em topicos para discussão no Botecão. É algo que me interessa.

    Abração,

    Sanzio

  5. 5 Leitão

    Oi Daniel!
    Realmente seu comentário sobre a questão dos imóveis é coerente, mas o problema é: na prática a teoria é outra.

    Na prática o rendimento real de aluguéis não é lá essas coisas. São inúmeros “probleminhas” que vão minando não só a sua renda, mas a sua paciência. É inquilino que atrasa, manutenção que precisa ser feita sempre, cano que estoura, inquilino que depreda, ociosidade entre um inquilino e outro, problemas para renovar contratos e aumentar aluguéis, etc… Uma infinidade de picuinhas… Se eu for listar todas aqui vou gastar umas 05 páginas…

    E mais: os imóveis se valorizam sim, o que também conta, mas eles também têm custos para se manter. Impostos, taxas, multas, etc, etc… E nem sempre um determinado local vai ser valorizado como se deve. Além de problemas impensáveis como obras indesejadas na vizinhança, etc…

    Para se lidar no ramo de imóveis e realmente usá-lo como investimento rentável a pessoa precisa se especializar, e virar praticamente um corretor de imóveis – e isso foge ao que eu considero Investimento: Investimento é algo que gera valor sem seu esforço.

    —————————————–
    Oi VBraga!

    O Tesouro Nacional é o melhor em matéria de renda fixa. E os indexados aos índices de inflação são até relativamente bons. Mas o problema é que o índice de inflação adotado pelo governo é apenas isso: um índice do governo.

    O índice do governo não necessariamente é nosso “índice pessoal”. A inflação real, nossa, pessoal, pode (e muitas vezes é mesmo) ser maior do que a nacionalmente aceita.

    Experimente deixar seu dinheiro parado na NTN-B durante anos, e depois ir comprar um imóveis ou outros bens, ou viver de rend… Verá que a inflação pessoal foi bem maior…

    ——————————————————
    Oi Sanzio!
    Obrigado!

    Você está mesmo sumido da turma! Dê um alô para os amigos lá no Buteco da Turma! Rss…

    Sobre os temas de “realização” ou “usufruto do patrimônio conquistado” é realmente um assunto maior, e estou pensando em tratá-lo agora no novo curso de Investimento em Valor. Penso que vai ser um tema bem agregador neste caso…

    ————————
    Grande abraço, pessoal!
    Leitão

  6. 6 Daniel

    É verdade Leitao, concordo que provavelmente acoes é bem mais fácil de se investir do que imóveis e também requer menos dinheiro para se iniciar. Abracos !

  7. 7 Cecilia YMS

    Olá Leitão, uma dúvida, o saque é feito proporcional ao ganho(por exemplo o capital valorizou150%), eu saco somente a valorização ou o capital+valorização e recomeçar tudo de novo, investindo gradualmente?

  8. Leitão
    Apenas complementando, você comenta que a desvantagem da renda fixa mesmo protegida pela inflação é que sua inflação pessoal será maior que o IPCA que é calculado pela FGV. No entanto qualquer investimento, seja ele em renda variável ou fixa não acompanhará a sua inflação, o que pode ocorrer é uma rentabilidade maior que supra esta diferença. Na minha opinião as únicas aplicações em que você consegue “acompanhar” a inflação e até superá-la é a renda variável e a renda fixa que paga o “prêmio” + algum índice (IPCA / IGPM) que no caso pelo que tenho conhecimento as únicas são o ntn-b principal e o CDB atrelado ao ipca do Sofisa Direto.
    abs
    Anderson

  9. 9 Leitão

    Oi Cecília!
    Isso depende muito. Depende de seu capital, do rendimento, do momento atual da bolsa, de sua despesa anual, de seus objetivos de curto e longo prazo, etc…

    Em resumo: o saque é feito de forma Estratégica (e isso envolve todas as variáveis).

    ——————————————–
    Oi Anderson!
    Você começou o raciocínio e depois voltou ao ponto inicial novamente. O que disse é que nossa inflação pessoal é maior que o IPCA. Então renda fixa atrelada a IPCA acaba ficando para trás. Então precisamos de formas de Investimento que superem isso no longo prazo.

    Abraços, pessoal!
    Leitão

  10. 10 Rodrigo

    Caro Leitão, sobre a questão da inflação, pelo que você disse, é algo muitas vezes subjetivo, ou seja, depende de uma avaliação pessoal. Sei da dificuldade para expor isto aqui de uma forma mais ampla, mas resumidamente, qual seriam os fatores que lhe norteiam com relação a sua percepção sobre a inflação. Muito obrigado!

  11. 11 Leitão

    Oi Rodrigo!

    A inflação pessoal de cada cidadão varia muito.

    Por exemplo:

    Um jovem estudante no início da faculdade pode perceber a inflação por base em sua mensalidade + livros + transporte + cachorro-quente.

    Um homem casado com filhos pode perceber a inflação por base na gasolina, na escolinha dos filhos, no supermercado, nas viagens de laser, etc…

    Mas…

    O jovem estudante não percebe a inflação nos imóveis, nos carros, no custo de vida futuro que ele ainda vai ter. O jovem pode se assustar ao ver que seu dinheiro não consegue comprar o apartamento e o carro que ele quer depois de formado. A inflação para ele foi mortal.

    Enquanto isso o homem casado não percebe muito a inflação dos imóveis ou carros, já que ele já possui sua casa própria e está satisfeito com o carro atual.

    Veja que a inflação pessoal de cada cidadão vai depender de seu estilo de vida, sua fase de vida, e seus objetivos futuros. Por isso um mero índice do governo não vai nos atender…

    E assim por diante…

    Abraço!
    Leitão

  12. 12 AV

    Fala Leitão!
    Muito bom o seu comentário.
    Este alerta sobre a inflação é muito importante,ainda mais agora que o Banco Central parece um pouco mais “frouxo” que outrora no combate à inflação, iniciando uma queda nas taxas de juros num momento de alta dos preços.
    Olho no dragão…
    Abraço.

  13. ou até deflação, por exemplo, quando fiz minha faculdade terminei em 2008 pagando R$800,00 – hoje devido a concorrência o mesmo curso está na faixa de R$500,00,…. a gasolina é outro item que neste período manteve-se dentro do índice do governo, em compensação a alimentação praticamente dobrou…
    cabe cada um pesar em sua balança : ]

  14. 14 Daniel

    É verdade Anderson. Os indices de inflacao na verdade sao médias ponderadas, a nossa inflacao pessoal pode ser maior ou menor, de alguns serao maior e de outros será menor. Mas realmente cabe a cada um fazer a sua “inflacao pessoal”, ou pelo menos monitorar, para se ter uma nocao…

  15. 15 JP

    Leitao e amigos,

    RF pode se perigoso por causa da Inflaçao porem ainda retorna na faixa de 11 / 12% ano( Titulos Publicos ) mas RV nos ultimos 2 anos foi abaixo disso.

    Entao, uma meta de 18 / 20% ao ano com acoes( IG e IV com disciplina ) ao longo de muitos anos é uma meta viavel, pé no chao ?

    Obrigado.

  16. 16 Polenta

    JP
    Para meu plano de independência financeira (20 anos) considero 0,8%am + IPCA. sou bem pé no chão como pode ver, nada de tabela superhiper otimista a estilo Gustavo Cerbasi ..
    Isso da + ou – 15%aa, se conseguir mais ótimo atinjo o objetivo antes e é só alegria : ]..
    O que não posso é estimar um ganho astronômico pois isso será fundamental na decisão do valor a ser aportado mensalmente e isso é critério FUNDAMENTAL NA ESTRATÉGIA, ainda mais no início da carteira… pode simular, a decisão do valor de aporte e a disciplina representa 90% da sua estratégia…

  17. 17 JP

    Concordo, 15%aa em cima de todo o patrimonio é um resultado otimo. Mas como em Titulos e imoveis conseguiremos abaixo disso(teoricamente), precisamos turbinar com acoes( IG + IV ) e se o retorno ao longo dos anos(só acoes) for na faixa de 18 / 20% aa, conseguimos os 15%aa no geral.

    valeu…

  18. 18 Leitão

    Oi JP!
    O Polenta fez um bom comentário (Obrigado, Polenta!).

    Aportes consistentes e disciplina são o principal e, para turbinar, ações.

    A média geral de todos os investimentos é que conta.

    Com ações, especificamente, podemos sim considerar do dobro da renda fixa, e com boa Estratégia até o triplo. O desempenho é medido de forma mediana ao longo dos anos, e não somente nos últimos 02 anos.

    Maior retorno tem a ver com maior administração de seus investimentos, e não com maior exposição ao risco. Vale a pena reler esta frase.

    Ah! E só para constar. Ações não são arriscadas, não é investimento de risco, como a “mídia” fala por ai…

    Um abraço!
    Leitão

  19. 19 Clari

    Ainda tenho dúvida em saber avaliar quanto minha carteira rende ao ano. Tem aportes, tem restruturação, etc. Só sei que no total o montinho de dinheiro está aumentado. Tenho certeza que na RF não teria chegado lá. E olhe que comecei pegando tempo bravo, que foi de 2009 para cá.
    E outra, o mercado de ações nos dá cultura geral e autoconhecimento. Não adianta ter dinheiro sem isso. Além de fazer amigos, claro!!!

    Abraço a todos
    Clari

  20. 20 JP

    Oi Clari, acredito que a melhor forma de avaliar é tratar cada operação separadamente, rendimento total(%) e rendimento ao ano(%).

    O importante é que cada operação vá melhor que a RF, 20%aa esta otimo, isso ao longo dos anos.

  21. 21 Leitão

    Oi JP!

    É justamente o contrário. O desempenho individual de cada ação deve ser contabilizado e corretamente anotado sim, mas o desempenho Global da carteira, em conjunto, é que deve ser usado para medir desempenho e comprar com renda fixa…

    Um abraço!
    Leitão

  22. 22 JP

    Oi Leitão,

    Entao tenho a mesma duvida do Clari… rs, como medir o desempenho global ?

    Obrigado pela ajuda…

  23. 23 Leitão

    Soma tudo, uai… :-)

  24. 24 JP

    Rssss… Correto e só conseguimos isso anotando cada operação em separado..

    Entendido, obrigado.


Participe! Deixe um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s