Empresas do governo são perigosas?

22ago11

Em julho o amigo leitor Lacerda enviou uma questão interessante:

“Como de costume, excelente análise sobre a Petrobrás!

Só me dói um pouco quando vc escreve que a Petrobras é bem administrada. É tanta ingerência dos Petralhas do governo na empresa, como por exemplo a atual questão da importação da gasolina com posterior venda, para as distribuidoras, a preço inferior ao de importação, gerando prejuízo de milhões para a Petrobras (que é impedida pelo governo de reajustar os preços), que tenho dúvidas até se isso é conjuntural ou estrutural mesmo, afinal, não sabemos quanto tempo ainda teremos a “companheirada” no poder. Acredito que essa, e outras intervenções do Executivo na forma de atuar da Petrobras, têm um peso relevante no desempenho desse papel.”

——————————————-

O Lacerda!

Obrigado!

Mas veja, hoje mesmo comentei sobre isso com o amigo Pedro:

Para nós, acionistas, o mais importante em uma empresa é… dar Lucro. Dando lucros, ela pode ser administrada até pelo Hugo Chaves que não faz mal.

Estamos em 2011 – a Petrobrás tem, até então, um histórico de lucros muito consistente, e seus números em geral são extremamente saudáveis. Problemas toda empresa tem mesmo. Mas o resultado final para nós, acionistas, é ser lucrativa. Se ela (ou qualquer outra empresa em nossa carteira) começar a patinar no quesito Lucro a partir de agora, aí é hora de reavaliar se ela continua ou não no time…

Existe um mito de que empresas do governo são perigosas. Mito!! Qualquer empresa não lucrativa é perigosa! Existem NNNN empresas privadas que são verdadeiras bombas! Poderia até “Xitar” umas, mas não precisa muito esforço para encontrar…

Empresa boa é a que dá lucro, independente de qual setor for. Imperfeições sempre vão existir mesmo, ainda mais em empresa grande. O importante é, apesar das imperfeições, gerar valor para os acionistas.

Um abraço!
Leitão

Veja também…

> Ações – As Excelentes, as Péssimas, as Outras…

> Carteira de Ações é como um time de futebol

> Análise Gráfica VS Análise Fundamentalista



8 Responses to “Empresas do governo são perigosas?”

  1. 1 Ivens

    Hahahhahahahahahah! Ri do Xitar!

    Ótimo post…

    Abração!
    Ivens

  2. 2 Glauco Tonello

    Xitar…foi d+ sôô..
    abraço
    Glauco

  3. 3 ALEXANDRE LEHMKUHL SIEBERT

    Outra coisa interessante Leitão,

    Alguns dias atrás, a Petrobras lançou o balanço trimestral na mídia, revelando ser 30% mais lucrativa comparada ao mesmo período do ano passado.

    O que aconteceu!!???

    A ação caiu!

    Totalmente sem sentido!! hahahah…

    O papel tá uma barganha!! :D

    Abraço

  4. 4 Fred

    É como diz Warren Buffet: “Você deve investir num negócio que até um idiota poderia dirigir, porque algum dia um idiota o dirigirá”

  5. 5 Leitão

    Oi Alexandre!
    Pois é, temos que aproveitar essas distorções do mercado… Mas vamos falar baixinho senão o pessoal vê que a empresa é boa mesmo e aí não vai mais cair… Rssss…

    ———————————-
    Oi Fred!
    O Buffet é ótimo mesmo :-)

    Abraços, pessoal!
    Leitão

  6. Acho que o pessoal se liga tanto a uma ideologia (por exemplo “toda estatal ~e ruim”) que se esquece que está no jogo para ganhar dinheiro, e não para discutir política

  7. 7 Cláudio Gimenez

    Gustavo
    O governo atual e os próximos que virão devem sim interferir na empresa, sabe porquê? Porque ele é o dono majoritário da empresa. simples assim.
    Nunca vi um dono de empresa não ditar os rumos da mesma. Você já viu?
    Abraços

  8. 8 Neilor

    Olá pessoal,

    Acredito que esse negócio de que estatal é mal administrada mudou bastante após a aplicação do estilo de administração gerencial (focada em resultados) como é aplicado em empresas privadas.

    Se observarmos o setor público de um modo geral ocorreu uma melhora significativa na gestão. É claro que não temos que ser hipócritas a ponto de não perceber graves problemas que assolam o setor público, como a corrupção. Mas, em uma empresa que objetiva resultados e necessita apresentar informações transparentes não vejo a praga da corrupção tão presente. É claro que o governo utilizará de seu poder de administrar a empresa para influenciar em algumas decisões estratégicas como o preço da gasolina (fator que influencia na inflação do país).

    E a Petrolífera do Eike? acabei de bater o olho nos lucros dela e não é preciso conhecimento técnico contábil nenhum para perceber que os lucros são inconstantes. Observação: a empresa é privada.

    É por isso que acompanho o raciocínio do Leitão, não importa se a empresa é estatal ou não, o que importa em uma primeira análise é o lucro da empresa.

    Abraços,

    Neilor


Participe! Deixe um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s