Alavancagem Financeira

17jul09

Em 02/maio/09 o amigo leitor, Geordani, enviou a seguinte mensagem:

Oi Leitão!!! É a primeira vez que estou comentando no seu blog, faz alguns meses que estou lendo as informações aqui, já vi muita gente elogiando a forma como é passada as explicações, mais é tudo verdade mesmo…A linguagem é muito simples e honesta, e faz gente como eu “iniciante” entender um pouco sobre a bolsa. Parabéns Leitão, é de gente assim que o Brasil precisa. Show de bola.

Tenho muitas dúvidas, tentei dar uma prioridade nelas, rssss. De início tenho duas questões:

1) Alocação de Capital: Li em um comentário seu que quando o mercado está em crise é a hora de avaliar as estratégias e aplicar + em renda variável. Você acha que ainda compensa distribuir os valores + em RV nesse momento? tipo 75% RV e 25% RF. (só uma suposição)

2) Alavancagem Financeira: “sem embromation” alav. financ. seria pegar dinheiro emprestado e fazer aplicações em outros investimentos. O que você acha dessa técnica? É muito arriscado nesse momento?”

————————————-
Oi Geordani!
Obrigado pelo incentivo! Que bom que está gostando da nossa cozinha aqui! Seja bem vindo!

Bem, sobre suas dúvidas, vamos lá:

1) Sobre a Estratégia de Alocação de Capital, é aquilo mesmo:
https://leitaoemacao.wordpress.com/2009/04/07/alocacao-do-capital/

Devemos considerar movimentos grandes, de anos… então, continua válido sim, e no meu caso particular continuo transferindo dinheiro da RF para a RV até atingir um limite de 25/75… Isso tem que fazer parte de uma Estratégia (que vou explicar no curso). O mercado está menos-bom agora (estava ótimo no pico da crise). Mas não está caro não. E se cair mais, será ótimo! Altas são um tédio :-)

2) Alavancagem Financeira Suicida é pegar dinheiro emprestado com terceiros e colocar na bolsa sem nenhuma noção, ou mesmo operar derivativos como Opções. Isso é o mesmo que dormir num quarto cheio de escorpiões – pode ser bem emocionante, mas faz mal pra saúde.

A verdadeira Alavancagem Financeira chama-se Trabalho+Tempo+Disciplina+Perseverança – você trabalha, junta dinheiro com o tempo, tem disciplina para não gastá-lo com vaidades, e persevera até ter dinheiro suficiente para, com ele, ganhar mais dinheiro. Pois uma coisa é verdade: quem tem dinheiro ganha mais dinheiro. Então, nada de “Alavancagem financeira Suicida”, que no fundo é a velha Ganância…

Então, revisando, a verdadeira Alavancagem Financeira é:

a) Trabalho+Tempo+Disciplina+Perseverança; e

b) Depois da fase (a), os Juros-sobre-juros, ou ganhos-sobre-ganhos, que somente o Investimento faz para você – é seu dinheiro trabalhando para você, e aí inverte, você relaxa e deixa seu dinheiro trabalhar para você, quanto antes, na fase (a), era você que trabalhava para seu dinheiro.

:-)

Abraços!
Leitão

Leia também…

> Mercado de Ações, por quê?

> Análises Embromation



6 Responses to “Alavancagem Financeira”

  1. 1 Polycrav

    Caro amigo suíno,

    Fazia tempo que não passava por aqui e aproveitei para te dar um alô e um abraço.
    Aproveitando o “mote” do filosofando, deixo um comentário meu sobre um texto “A mágica da AT” publicado pelo Alejandro no luz de velas. Abração! Poly.

    Vejam o texto em: http://luzdasvelas.blogspot.com/

    Minha Opinião sobre ele:

    Texto muito bacana. Intrigante e ao mesmo tempo esclarecedor (em alguns pontos!).

    A AT tem mesmo uma “aurea” mágica! No mínimo, instigante ou intrigante.

    Mas o Alejandro toca em um ponto crucial: Emoções! E aí reside o perigo maior: tentar ponderar o imponderável!

    Concordo e acho muito interessante (e útil!) essa propriedade intrínseca da AT de permitir “ler” as emoções do mercado. Uma ferramenta poderosa, ao mesmo tempo, ousada. E mais, me utilizo dessa ferramenta, como já disse, para complementar minhas estratégias, nas decisões de entrada e saída de muitos ativos.

    O que coloco muitas vezes em discussão é a precisão disso, ou mesmo as conclusões “incontestáveis” que muitas vezes os “grafistas” chegam. Às vezes sinto que alguns (não é regra geral!) tratam, carregam a AT como uma religião, um dogma, com um certo “fanatismo”. Fazendo uma comparação infeliz, existem algumas situações na AT que me remetem àquela conhecida brincadeira de fazer desenhos em nuvens (quem não brincou disso na infância?). Não podemos esquecer que estamos lidando com emoções, que são eventos fulgazes, são entidades “efêmeras” e muitas vezes traiçoeiras. “Emoções em massa” então, nem se fala! Multidões tem reações imprevisíveis e, algumas vezes, incontroláveis. São movidas a notícias! E os “grafistas puros” detestam notícias!! E aí reside a questão fundamental: o lado direito do gráfico!. Mas isso é bem mais grave para os fast trades, ou operadores “nervosos”, de curto, curtíssimo-prazo. Para meu perfil, o efeito é menos drástico, menos doloroso…

    A comparação com os instrumentos musicais é muito feliz e pode ser estendida ao tênis (pois pratico os dois!). Um músico só passa a dominar um instrumento ou tocar bem quando esse passa ser um extensão sua. No tênis só se joga bem depois que a raquete passa a ser uma extensão do seu braço. Na AT só se opera bem quando as “evidências” saltam naturalmente aos olhos ao se analisar um gráfico. Isso tudo leva tempo, requer dedicação e “talento”. E aí está o motivo da feliz comparação. Mas, não devemos esquecer que já vimos muito “Hendrix” e “Mozart” perdendo bastante dinheiro por aí…

    That´s it.

  2. 2 Leitão

    Oi Poly!
    Fazia tempo que não passava por aqui! :-)

    Bem, é uma confusão mesmo. Começa pela mistura de conceitos, depois passa pela mistura de análises, mistura de técnicas, mistura de estratégias, e no final fica essa sopa de letrinhas que só faz prejudicar as pessoas mesmo…

    E o pior é que essa miscelânea de informações e teorias sobre a bolsa parece uma teia de aranha que vai envolvendo e sufocando, principalmente os iniciantes.

    Eu confesso que foi difícil escapar dessa teia. Mas consegui! Ufa!

    Para tirar o melhor proveito de cada linha de estudo, é preciso entender e separar bem: Especular/Investir; Análise Gráfica/Análise Técnica; Análise Gráfica/Análise Fundamentalista e por aí vai…

    O que acontece é que todo mundo mistura tudo, e no final não tira o melhor proveito de cada coisa. Ficam defendendo cada visão como se fosse religião ou time de futebol….

    E olha que, quanto mais passeio pela internet por aí, mais vejo gente estudada, inteligente, vivida, já rodada na bolsa, e com as mesmas ou piores ilusões dos novatos em bolsa… fico às vezes assustado com isso. Penso que um iniciante tem muita vantagem: a vantagem de evitar essa poluição mental, antes que caia nesse balaio de gato.

    Escrevi mais sobre isso:
    https://leitaoemacao.wordpress.com/2008/12/16/diferenca-entre-analise-grafica-e-analise-tecnica/

    https://leitaoemacao.wordpress.com/2009/02/05/caverna-do-dragao/

    https://leitaoemacao.wordpress.com/2008/11/07/investidor-vs-especulador-alien-vs-predador/

    E por aí vai…

    Grande abraço do amigo,
    Leitão

  3. 3 Polycrav

    É isso aí Amigo.

    Mas parece que a poluição mental é inevitável, pelo menos por um período.

    Cuidado com essa gripe! Tá circulando por aí! Se te pega! rssss

    PS: Quarta tinha uns 15 mil hermanos aí em BH.

    Abraços,

    Poly

  4. 4 Leitão

    Hehehe, nem fala, Poly!
    E eles estavam fazendo ponto ao lado do meu trabalho! Vixe!!

    Abração!
    Leitão


  1. 1 As melhores Estratégias para a Bolsa de Valores | LEITÃO EM AÇÃO
  2. 2 Estar na bolsa livre daquele medo de queda | LEITÃO EM AÇÃO

Participe! Deixe um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s